JPP denuncia “atitude demagógica" do PSD

02 Out 2016 / 14:35 H.

“Queremos mostrar à população que o JPP está contra a atitude demagógica e irresponsável dos autarcas do PSD na Assembleia de Freguesia do Caniço, quando se aproximam as autárquicas do próximo ano. Consideramos que a vontade de ganhar votos não justifica o que fez o PSD, que só se lembrou das dúvidas relativamente à capacidade eletiva de todos os novos membros da Junta de Freguesia, depois de ter permitido a viabilização da eleição dos novos membros daquele organismo autárquico”, disse Rafael Nunes, numa iniciativa do JPP, hoje, no Caniço.

“O que se verifica é que este PSD parece ir a reboque de outros partidos cujas práticas são conhecidas e são sustentadas na constante acusação infundada e sem provas, e que visam apenas lançar boatos sobre pessoas e instituições que representam a população."

O JPP acusou, ainda, o PSD de criar obstáculos à concretização de medidas urgentes, que, garantiu o deputado, iriam beneficiar a população. “Falo por exemplo, no novo parque infantil do Caniço e outros apoios sociais que não foram aprovados na última reunião da Assembleia de Freguesia, por ter sido inviabilizada pelo PSD e ainda da aprovação do saldo de gerência: 33 mil euros que acabam por ficar bloqueados à espera da aprovação da assembleia.”

Rafael Nunes do JPP lamentou que, “uma vez mais, os interesses partidários se sobreponham ao interesse da população e ao trabalho da Junta de Freguesia do Caniço, cujos órgãos foram eleitos democraticamente e que têm por único objetivo, o de continuar a desenvolver um trabalho sério em prol da população que os elegeu”.

 

Outras Notícias