Vento agravou incêndio em São Roque durante a noite

O fogo alastrou para a zona da Fundoa e ameaçou o parque da Horários do Funchal

09 Ago 2016 / 06:12 H.

O forte vento que durante toda a noite se fez sentir em São Roque agravou de forma significativa o incêndio que parecia quase controlado ao final da noite de ontem. O fogo deu tréguas na área do Galeão, mas as labaredas aumentaram na encosta da zona da Alegria. Tal como acontecera durante a tarde, as sirenes voltaram a ecoar, os bombeiros voltaram a encher os auto-tanques. Pelas duas horas da manhã as chamas começaram a descer e aproximaram-se das casas novamente. Houve gritos e momentos de pânico com gente a chegar ao Largo do Encontro e a reclamar a presença de mais bombeiros. Pouco depois, e com o fogo a crescer, a Cruz Vermelha e a Protecção Civil decidiram evacuar do Pavilhão de São Roque as dezenas de pessoas que foram recolhidas durante a tarde. Toda a gente saiu para a escola que fica nas traseiras do pavilhão. Mas essa não seria a escolha definitiva. Pelas cinco da manhã, e com o fogo cada vez mais perto do Pavilhão e da escola, essas dezenas de pessoas acabaram por ser novamente transferidas de autocarro, aparentemente para as instalações do RG3, em São Martinho. Pouco depois das quatro horas da manhã, surgia na ribeira da Fundoa, a norte da rotunda dos Viveiros, um pequeno foco de incêndio. Em cerca de 15 minutos essa pequena chama alastrava a toda a encosta. Ao mesmo que crescia essa vertente, também a encosta em frente rapidamente foi dominada pelo fogo que chegou praticamente ao lado do Largo do Encontro, obrigando os bombeiros a se dividirem em várias novas frentes. O parque da Horários do Funchal, que fica nas proximidades, passou a ser motivo de nova preocupação que levou a que fossem alertados os responsáveis da empresa durante a madrugada. Os estrondos que se ouviam denunciavam explosões e o movimento de carros voltou a aumentar. Gente a querer sair da zona da Alegria, gente a querer entrar para saber de familiares. O cenário ao longo de toda a noite em São Roque foi de extrema preocupação e mesmo de horror na zona da Alegria e Fundoa. O vento continua forte, o fogo continua intenso e surgem informações não confirmadas de reacendimentos noutros locais. Em São Roque, estiveram várias equipas de bombeiros, voluntários da Cruz Vermelha, agentes da PSP e da Polícia Florestal. Autarcas e governantes, nomeadamente a secretária regional Rubina Leal, também estiveram no local e acompanharam as acções no terreno. A operação de combate ao fogo vai certamente continuar pela manhã desta terça-feira.

Outras Notícias