Agência Noticiosa de Timor-Leste (ANTIL) lançada hoje em Díli

27 Jul 2016 / 10:45 H.

    A Agência Noticiosa de Timor-Leste (ANTIL) foi lançada hoje em Díli, um projeto que deverá ser formalizado a partir de setembro, com a aprovação dos estatutos, disse à Lusa o secretário de Estado da Comunicação Social, Nélio Isaac Sarmento.

    "Hoje é lançado o 'embrião' da Agência Noticiosa de Timor-Leste (ANTIL), através do portal de informação oficial do Estado de Timor-Leste. Portanto, a partir de hoje, Timor-Leste já tem uma agência oficial, uma agência noticiosa para prestar informação a todo o território de Timor-Leste e também às comunidades timorenses no estrangeiro", disse Nélio Isaac Sarmento.

    "Esta agência noticiosa de Timor-Leste faz parte do programa do Governo no setor da comunicação social. (...) Na primeira etapa criámos um 'embrião', que significa um pequeno órgão da agência, e depois em setembro vamos apresentar no Conselho Ministros o enquadramento legal, portanto, o estatuto de agência. Após a aprovação, o 'embrião' passa diretamente a ser uma instituição oficial do Estado", acrescentou. 

    A ANTIL nasce com uma equipa de quase 20 pessoas, incluindo sete jornalistas que tiveram dois meses de formação em Lisboa, no CENJOR (Centro Protocolar de Formação para Jornalistas). 

    A agência Lusa apresentou em 2013 uma proposta de parceria luso-timorense para a criação da agência noticiosa de Timor-Leste.

    Além da parceria com a Lusa, estão em preparação "programas estratégicos da agência para começar a alargar a rede de jornalistas, especialmente nos países membros da CPLP [Comunidade dos Países de Língua Portuguesa] e nos países da ASEAN [Associação das Nações do Sudeste Asiático]", disse Nélio Isaac Sarmento. 

    "Depois do lançamento do 'embrião' da ANTIL, o diretor da agência de notícias vai comunicar com a Lusa, e com outras agências dos países da CPLP, para começar uma cooperação e trocar informação", afirmou. 

    O secretário afirmou que a parceria com a Lusa ajuda a "dar assistência e melhorar o produto jornalístico da Agência Noticiosa de Timor-Leste".

    O lançamento da agência noticiosa de Timor-Leste estava inicialmente previsto para 2014, por ocasião da cimeira da CPLP em Díli, mas na altura não foi possível por não estarem reunidas condições ao nível dos recursos humanos e equipamentos, segundo explicou Nélio Isaac.

    Atualmente, é possível aceder à ANTIL através do portal http:/antil.tl e de uma aplicação para 'smartphone'. 

    Na cerimónia de lançamento realizada hoje em Díli estiveram presentes o primeiro-ministro, Rui Maria Araújo, e outros membros do Governo e empresários, incluindo o operador de telecomunicações TELKOMCEL.

    "Porque o objetivo fundamental da agência é procurar apoiar financiamento próprio para não ter demasiada dependência do Orçamento Geral do Estado", concluiu. 

     

    Lusa

    Outras Notícias