Aplicação permite aos doentes controlar a asma

11 Mai 2016 / 14:47 H.

    A Associação Portuguesa de Asmáticos está a recomendar a todos os doentes com rinite alérgica e asma a utilização do 'Diário da Alergia', uma aplicação que permite manter um registo diário e pessoal sobre a doença alérgica e que ajuda na toma da medicação, dando indicações sobre o nível de controlo. O 'download' da aplicação é gratuito e está disponível em Google play e Apple store.

    “O "Diário de Alergia" é uma aplicação inovadora e simples de utilizar. Permite a monitorização dos sintomas diários da rinite, da conjuntivite alérgica e da asma e o registo da toma de medicamento, de forma intuitiva na forma de uma escala, o que possibilita ao doente analisar como está a evoluir o tratamento e assim, assumir o controlo da sua doença”, revela Mário Morais de Almeida, imunoalergologista e presidente da Associação Portuguesa de Asmáticos.

    E acrescenta: “O diário tem várias opções para programar alertas - por exemplo, se registar sintomas que sugerem que a rinite alérgica está descontrolada durante 3 dias seguidos ou mais, o diário irá alertar para o caso de o doente querer partilhar os resultados com o seu médico. Também inclui uma função de localização geográfica, que, no futuro, permitirá à aplicação alertar o doente para a existência de altas concentrações de pólenes ao qual seja alérgico e que tenha registado previamente no seu perfil”, conclui.

    A aplicação "Diário da Alergia" foi desenvolvida pela MACVIA-ARIA, uma equipa mundial de especialistas em alergias de que fazem parte representantes nacionais.

    A rinite afeta mais de 2.000.000 de portugueses, sendo a asma uma doença que atinge cerca de 40% destes doentes; a rinite influencia a evolução da asma, condicionando a sua gravidade. Estima-se que 10 por cento dos casos de asma sejam graves, os quais são responsáveis por mais de 50 por cento dos custos totais desta doença. Esta doença é ainda responsável por mais de 50 mil hospitalizações/ano na Europa.

    Durante o mês de maio, a Associação Portuguesa de Asmáticos está também a promover uma campanha de sensibilização para a asma grave com o mote “Eu tenho a asma grave na mão”.

    A Associação Portuguesa de Asmáticos tem como objetivo chamar a atenção dos doentes, profissionais de saúde e do público em geral para a asma e para as doenças alérgicas como um problema global de saúde pública, aumentando a literacia sobre estas importantes doenças. Para mais informações consulte: www.apa.org.pt ou https:/www.facebook.com/APAsmaticos/
     

     

    Outras Notícias