Sede do terceiro maior partido de Cabo Verde assaltada e vandalizada

28 Fev 2016 / 21:19 H.

    A sede nacional do terceiro maior partido cabo-verdiano, UCID, localizada no bairro de Monte Sossego, no Mindelo, foi assaltada e vandalizada, disseram hoje fontes do partido, que associam o assalto a adversários políticos.

    Segundo o vice-presidente da União Cabo-Verdiana Independente e Democrática (UCID), João Santos Luís, os autores do assalto forçaram a porta principal do edifício para entrar, reviraram os gabinetes, espalhando documentos no chão. "Estive a trabalhar na sede até à 01:00 da madrugada de hoje e quando regressei, esta manhã, por volta das 09:00, encontrei a sede assaltada, salas vandalizadas com documentos no chão nos gabinetes", disse João Santos Luís aos jornalistas.

    O dirigente da UCID ligou o caso a "adversários políticos" do seu partido a quem acusou de serem "obreiros do assalto", estranhado que equipamentos informáticos e eletrónicos não tenham sido levados. "Este assalto é um sinal de desespero por parte dos nossos adversários, e o nosso sentimento é o de que terá sido obra dos nossos adversários políticos", afirmou.

    A Polícia Nacional e a Polícia Judiciária estiveram durante a manhã de hoje na sede da UCID. A UCID é o segundo maior partido da oposição em Cabo Verde, os dois deputados que tem atualmente no parlamento foram eleitos por São Vicente, onde tem a sua sede e principal base de apoio. As eleições legislativas em Cabo Verde realizam-se a 20 de março e o período legal de campanha arranca a 03 de março.

    Agência Lusa