Ciclo de Conferências reflete sobre o fenómeno da arte contemporânea

23 Nov 2015 / 14:14 H.

     A Universidade da Madeira (UMa), através da Faculdade de Artes e Humanidades (FAH), em colaboração com a EXIT Artistas – Agência de Promoção dos Artistas Plásticos Madeirenses, vai organizar nos dias 21 e 22 de dezembro, no Auditório da Reitoria, ao Colégio dos Jesuítas, o ciclo de conferências sobre “Arte e Poder - Arte Pública”.
    Durante dois dias, um prestigiado painel de oradores, composto por Arlete Silva, galerista da Galeria 111; Duarte Encarnação, docente da FAH-UMa; José Pedro Regatão, docente e investigador; Miguel Amado, curador do Middlesbrough Institute of Modern Art; e Vítor Magalhães, docente da FAH-UMa, vai debater temas como ‘Arte Pública em Portugal’, ‘Novas Linguagens Artísticas’, ‘A Arte Pública na Madeira’, ‘Fiçção e poder. Dispositivos trans-narrativos da imagem’, ‘Uma abordagem à Arte Pública em Portugal do monumento perene à efemeridade da arte urbana’ e ‘Arte Útil: de John Ruskin à Viragem Social’.

     

     
    Este ciclo é desenvolvido no âmbito do curso de Arte e Multimédia da FAH-UMa e assume-se como oportunidade para uma reflexão e difusão do fenómeno da arte contemporânea junto da comunidade. Tem como destinatários os estudantes de arte, arquitetura, design, cultura e comunicação, artistas e agentes culturais, e os professores de artes visuais, estando a ação acreditada pela DRE para efeitos de progressão na carreira dos professores dos grupos de recrutamento 140, 240 e 600.
    A participação é livre mediante inscrição no endereço http:/tinyurl.com/arte-e-poder.
    Ainda no contexto do ‘Arte e Poder’, será inaugurada no dia 22 de dezembro, às 19h00, no Colégio Jesuítas, a instalação escultórica da artista plástica Patrícia Sumares, com o título: “tu és pó, e pó voltarás”, que estará patente ao público até 15 de fevereiro de 2016.

    Outras Notícias