'Zapruder' dá cor à cidade do Funchal

07 Set 2015 / 13:09 H.

O sol incomodou mas isso não foi um entrave para a artista Bárbara Gil Pereira, que embelezou a baixa citadina com um retrato na parede do Almirante Reis.

A artista que ganhou o concurso de arte urbana levado a cabo pelo município do Funchal, denominado 'URB ART', admitiu ter recebido um feed-back muito positivo por parte do público, que tem elogiado muito o seu mural 'Zapruder', admitindo  por vezes que a imagem tem outra dimensão vista do mar.

O nome atribuido advém da máquina desenhada, uma máquina bell & howell que, segundo Bárbara, foi usada por Abraham Zapruder quando filmou o assassinato de JFK, uma vez que foi a primeira vez na história que se registou um momento destes.

Com um resultado positivo, Bárbara garante que estes trabalhos irão continuar mas, para já, a artista tem agendada para o mês de Dezembro uma exposição na nova Sede da Ordem dos Arquitectos.

Paulo Cafôfo, presidente da Câmara municipal do Funchal, garante uma segunda edição deste 'URB ART', de forma a valorizar os espaços da cidade e promover os artistas de forma a “inovar com qualidade”.

Cafôfo salienta que a autarquia irá lançar outros locais que possam ser intervencionados “sempre com o mesmo critério do rigor e da qualidade artística num diálogo entre as pessoas e a cidade, onde a arte pode ser a ponto desse diálogo”.

Cerca de 50 locais já estão identificados e estendem-se até à chamada Quota Duzentos, frisou o autarca.

Outras Notícias