Ambiente manda efectuar vistoria ao Lobo Marinho

Em causa a contaminação das águas da praia da Fontinha que hoje foi interdita a banhos

15 Jul 2015 / 16:55 H.

O Governo acaba de confirmar a notícia avançada em primeira mão pelo DIÁRIO, que no decorrer de análises de rotina, efectuadas às águas balneares do Porto Santo," foi detectada contaminação microbiológica, tendo a autoridade de saúde regional interditado, por prudência, a praia da Fontinha".

O exectutivo, através da secretaria regional do Ambiente e Recursos Naturais, assegura que já foram recolhidas novas amostras, que estão a ser analisadas, sendo o seu resultado conhecido nas próximas 48 horas.

Quanto às origens da contaminação, o executivo revela que após diligências efectuadas pela Águas e Resíduos da Madeira (ARM), "é possível informar que não foram detetadas fontes de poluição em terra, nomeadamente no sistema de águas residuais". Não obstante, as entidades com competência na matéria estão em açcão coordenada, a tentar apurar outros eventuais focos de contaminação.

No que diz respeito ao Lobo Marinho, o armador assegurou a inexistência de qualquer anomalia que pudesse gerar aquele foco de poluição. Ainda assim, "a Direção Regional de Ordenamento do Território e Ambiente irá, por precaução, efectuar, hoje mesmo, uma vistoria àquela embarcação", garante a secretaria do Ambiente.

"Com os dados apurados até ao momento, poder-se-á colocar a hipótese de descarga de um navio ao largo", revela o comunicado governativo.

Outras Notícias