Proibição de abate de animais abandonados aprovada por todos os partidos

Iniciativa apresentada pelo PCP terá ainda de ser discutida na especialidade

23 Jun 2015 / 10:42 H.

O projecto de decreto regional da autoria do grupo parlamentar do PCP que “proíbe o abate de animais de companhia na Região Autónoma da Madeira” foi aprovado, esta manhã, na generalidade, por todos os partidos na Assembleia Legislativa da Madeira.

A deputada Sílvia Vasconcelos (PCP) defendeu que o abate não resolve o problema do abandono dos animais e garantiu que a opção do abate e incineração tem custos superiores a qualquer programa de esterilização.

Todos os partidos aprovaram o diploma mas PSD e CDS sugeriram o seu "aperfeiçoamento"  e requereram a sua análise e alteração em sede de comissão de especialidade, o que acabou por ser aprovado, por um prazo de 10 dias.

Curiosamente, a aprovação desta iniciativa mereceu aplausos por parte de uma dezena de cidadãos defensores dos direitos dos animais, que assistia aos trabalhos na galeria dos visitantes.

Outras Notícias