Morreu ex-bispo de Díli Alberto Ricardo da Silva

02 Abr 2015 / 14:48 H.

    O ex-bispo de Díli, Alberto Ricardo da Silva, morreu hoje no hospital nacional Guido Valadares, onde estava hospitalizado há várias semanas, disse à Lusa fonte da diocese da capital timorense.

    O bispo, que sofria de doença prolongada e tinha resignado ao cargo no início deste ano, morreu no hospital cerca das 21h00 locais, onde estava hospitalizado desde 22 de Março.

    Alberto Ricardo da Silva, 71 anos, resignou do cargo no início do ano devido a problemas de saúde e em 2014 tinha estado em tratamento na Austrália devido a uma neoplastia cerebral.

    O bispo regressou à capital timorense em Janeiro depois de um prolongado tratamento por doença na Austrália.

    No passado dia 9 de Fevereiro, o papa Francisco aceitou a resignação apresentada pelo bispo de Díli, que alegou motivos de saúde para deixar o cargo.

    Segundo informaram na ocasião os serviços de imprensa da Santa Sé, o bispo diocesano pediu a resignação com base no cânone 401 do Código de Direito Canónico devido à sua "precária saúde".

    Natural de Aileu, onde nasceu a 24 de Abril de 1943, Alberto Ricardo da Silva foi nomeado bispo de Díli em 2004.

    Timor-Leste conta, além de Díli, com duas outras dioceses, em Baucau, onde está o bispo Basílio do Nascimento e a de Maliana, onde está o bispo Norberto Amaral.

    Desde a resignação do bispo Alberto e enquanto decorre o processo de nomeação do seu sucessor - foram apresentadas três propostas de Timor-Leste - Basílio do Nascimento assume as funções de administrador apostólico de Díli.

    A morte de Alberto Ricardo da Silva é a primeira de um prelado timorense desde o falecimento do ex-bispo de Díli, Martinho da Costa Lopes, em Fevereiro de 1991.

    Lusa

    Outras Notícias