União Europeia não reconhece referendo na Crimeia

Barroso e Rompey consideram que o resultado da consulta é "ilegal e ilegítimo"

16 Mar 2014 / 17:41 H.

A União Europeia condenou hoje oficialmente o referendo na Crimeia, considerando-o "ilegal e ilegítimo", e anunciou que serão decididas sanções na segunda-feira.

"O referendo é ilegal e ilegítimo e o seu resultado não será reconhecido", declararam os presidentes do conselho europeu e da Comissão, Herman van Rompey e José Manuel Durão Barroso, num comunicado conjunto.

O comunicado acrescenta que os ministros dos Negócios Estrangeiros vão pronunciar-se sobre novas sanções, na reunião marcada para segunda-feira.

Lusa