Presença de Coelho desvia atenções em inauguração na Ribeira Brava

Deputado do PTP ataca governantes presentes na cerimónia

11 Jun 2012 / 21:25 H.

“Para protestar contra esta pouca vergonha” da inauguração da nova ponte da Fajã da Ribeira, esta tarde na Ribeira Brava, José Manuel Coelho marcou presença e teceu palavras duras e inflamadas dirigidas a alguns dos actuais e ex-governantes presentes na ceri´mónia. João Cunha e Silva mas sobretudo Santos Costa “que já devia estar preso”, denunciou, foram os alvos iniciais. “Eles fizeram a ponte e não pagaram” a expropriação, acusou o deputado do PTP, que minutos antes de Alberto João Jardim chegar ao local, denunciou a “canalha” de “roubar o povo”.  “Toda esta comitiva do PSD devia ter vergonha e ir embora”, disse, dirigindo-se à maioria dos presentes.
Também a crise finnaceira nos bombeiros da Ribeira Brava serviu para atacar o Governo: “Há dinheiro para os ladrões do PPD, para os clubes de futebol e para o campo de golfe e não há dinheiro para pagar os bombeiros”, concretizou.