Derrocada provocou a morte de uma criança de dois anos

22 Mar 2012 / 20:48 H.

    O corpo de uma criança de dois anos foi encontrado pelos bombeiros nos escombros provocados por uma derrocada de terras na freguesia de Santo António, em Ponta Delgada, nos Açores, que soterrou parcialmente a casa onde vivia.

    A criança, que completaria três anos em Agosto, era filha dos donos da casa e foi encontrada morta entre os escombros às 16:37 (17:37 em Lisboa), revelou à Lusa o presidente do Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores.

    A criança é a única vítima mortal deste acidente, que terá sido provocado pelo mau tempo que afectou a ilha de S. Miguel durante a manhã e o princípio da tarde, com chuva intensa e vento forte.

    A derrocada ocorreu cerca das 14:00 (15:00 em Lisboa) na costa norte de S. Miguel, atingindo parcialmente uma casa situada junto à estrada regional na zona de Além Capelas, na freguesia de Santo António.

    A existência de uma vítima mortal era dada quase como certa desde o início das operações de remoção dos escombros, já que a criança estava com a avó na altura do acidente e nunca mais foi vista.

    Inicialmente, as operações centraram-se no primeiro andar da habitação, a parte mais afectada pela derrocada de terras, mas voltaram-se depois para um pequeno anexo, onde o corpo acabou por ser encontrado.

    Lusa

    Outras Notícias