Já não chovia tão pouco desde 1950

02 Fev 2012 / 17:16 H.

A ausência de chuva nos meses de Outubro, Novembro e Dezembro  do ano passado e Janeiro deste ano já não se verificava, no Funchal, desde 1950.

Os dados da pluviosidade comparada  constam do relatório já feito pelo Observatório Meteorológico da Região. "Desde 1 de Outubro de 2011 até 31 de Janeiro de 2012 foram registados, no Funchal/Observatório, 83,5 mm de precipitação e corresponde ao 2º valor mais baixo desde 1949", avançou à TSF Victor Prior. O director do Observatório Meteorológico sublinhou ainda que "este valor corresponde quase à totalidade da precipitação registada nos meses de Outubro e Novembro de 2011, 40,3 mm e 41,0 mm, respectivamente".

"A precipitação registada em Dezembro de 2011 foi 2,2 mm (3º valor mais baixo) e em Janeiro de 2012 1,4 mm (valor mais baixo desde 1949). O conjunto, Dezembro de 2011 e Janeiro de 2012, corresponde também ao valor mais baixo desde 1950, sendo de referir que o valor normal para estes 2 meses é da ordem dos 200 mm", explicou.

Apesar dos níveis de pluviosidade serem dos mais baixos dos últimos 60 anos, no Funchal,Victor Prior diz não se pode falar em seca.

O director do Observatório admite  que a falta de água pode prejudicar os vários sectores económicos da ilha, como a agricultura. Contudo, sublinha que nos meses em análise, a chuva caíu com alguma frequência nos picos mais altos e na costa Norte.

O tempo quente, com temperaturas máximas a atingirem médias de 19 graus e mínimas médias da ordem dos 16 vai continuar a verificar-se no Funchal, pelos menos nas próximas duas semanas. A continuar este tempo pouco comum no Inverno, pode haver falta de água, especialmente para a agricultura na costa Sul.
 

Veja em anexo os gráficos comparativos da precipitação.

 

 

Outras Notícias