Acidente com hidroavião foi há 53 anos

Primeiro acidente da aviação comercial portuguesa

07 Nov 2011 / 11:26 H.

Faz quarta-feira 53 anos. A 9 de Novembro de 1958 deu-se o primeiro acidente da aviação comercial portuguesa. Um hidroavião da companhia Artop, num voo entre Lisboa e Funchal, cai ao mar com 36 pessoas a bordo.

O primeiro desastre na aviação comercial portuguesa deu-se quando um hidroavião da companhia Artop (Aero-Topográfica; mais tarde Aero-Transportadora) se despenhou.

Efectivamente, com a suspensão dos voos da Aquila, foi a companhia Portuguesa Artop, que se lançou na rota entre Lisboa e o Funchal, utilizando dois hidroaviões bimotores Martin-Mariner, baptizados 'Madeira' e 'Porto Santo', tendo efectuado o primeiro voo a 1 de Outubro de 1958.

Nesta altura já se antevia a inauguração do aeroporto de Porto Santo para 1960, pelo que a operação era vista como provisória.

Um acidente com o 'Porto Santo' em pleno Atlântico ocorrido a 9 de Novembro de 1958, cujos destroços nunca foram encontrados e que provocou a morte de todos 36 ocupantes levou ao encerramento prematuro desta operação, levantando questões sobre as condições de segurança em que se efectuava a operação.

Outras Notícias