PAN defende oficialização das medicinas alternativas

24 Set 2011 / 16:32 H.

    O dirigente do Partido pelos Animais e pela Natureza (PAN), Élvio Pestana, defendeu hoje no Funchal o reconhecimento das medicinas alternativas no Sistema Nacional de Saúde.

    "Defendemos a introdução de medicinas alternativas no Sistema Nacional de Saúde até como forma de evitar o aparecimento de falsos especialistas nesta área", disse Élvio Pestana durante uma acção de pré-campanha para as eleições legislativas regionais que promoveu "o bem-estar e as práticas para um equilíbrio interno e uma vida mais saudável".

    A iniciativa decorreu no parque de Santa Catarina, no Funchal, através da amostragem e explicação de práticas orientais de meditação e de massagens de relaxamento reconhecidas pela Organização Mundial de Saúde.

    O PAN concorre pela primeira vez, a 9 de Outubro, a umas eleições legislativas regionais.

    Lusa

    Outras Notícias