Trump quer desporto de regresso “assim que possível”

EUA /
05 Abr 2020 / 00:16 H.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ambiciona que as competições desportivas sejam retomadas “assim que possível”, em conversas telefónicas com os responsáveis pelas ligas profissionais, devido à pandemia de covid-19.

“Eu quero os adeptos de volta aos recintos. Assim que estivermos prontos, assim que for possível, obviamente. E os adeptos também querem regressar. Eles querem ver basquetebol, basebol, futebol [americano] e hóquei [no gelo]. Eles querem ver os seus desportos”, disse Trump, depois destes contactos, num ‘briefing’ na Casa Branca.

Uma fonte citada pela agência noticiosa AP disse que Trump se manifestou confiante que o arranque da Liga norte-americana de hóquei no gelo (NHL), marcado para 10 de setembro, vai contar com público nos pavilhões.

NBA, NHL, NFL [Liga de futebol americano] e a MLB [de basebol] estiveram representadas pelos seus comissários, Adam Silver, Gary Bettman, Roger Goodell e Rob Manfred, respetivamente, sem que nenhuma destas estruturas tivesse reagido a estes contactos.

Uma outra fonte da AP deu conta das preocupações do representante da NBA na conclusão da competição atual, sem que haja riscos para a saúde pública, depois de ter sido a primeira modalidade a suspender os seus jogos.

Trump também manteve hoje contactos com os representantes de outros desportos, como golfe, automobilismo, lutas, futebol e corridas de cavalos.

Os Estados Unidos ultrapassaram hoje a barreira dos 300.000 casos de infeção e 8.162 mortes com o novo coronavírus, segundo uma contagem da universidade norte-americana Johns Hopkins.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou cerca de 1,2 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 63 mil. Dos casos de infeção, cerca de 220 mil são considerados curados.

Tópicos