Petit destaca foco e garra para inverter ciclo do Marítimo já na sua estreia

30 Nov 2018 / 14:17 H.

O novo treinador do Marítimo, salientou hoje que a garra é fundamental para mudar o ciclo negativo da equipa da I Liga de futebol, mas lembrou que é difícil resolver muito em poucos dias de trabalho.

“O mais importante é o foco, a determinação, a vontade, a garra e a ambição que eles querem inverter este ciclo e amanhã [sábado] temos um bom jogo pela frente no nosso estádio, onde esperamos uma moldura humana muito forte”, destacou Petit, na conferência de imprensa de antevisão da partida de sábado, diante do Vitória de Setúbal, na 11.ª jornada da I Liga de futebol,

Petit chegou à Madeira na quarta-feira para substituir Cláudio Braga e quer colocar fim a uma série de dez jogos sem ganhar, tendo perdido os últimos cinco jogos.

Com apenas três treinos realizados, o novo técnico referiu que “não se consegue resolver muito” em pouco tempo, mas que tentou introduzir alguns “pormenores táticos” diferentes e, sobretudo, trabalhar os aspetos mentais nas conversas que teve com os jogadores.

“Eu tenho alguma experiência porque também passei por essas situações. Nunca é fácil quando vêm de um ciclo tão longo, mas os jogadores têm de ser profissionais. Vivemos todos os dias sob pressão, mas é fundamental serem felizes e terem prazer em jogar futebol”, comentou.

A 24 horas do primeiro jogo no regresso ao ativo, desde a saída do Moreirense no final da época passada, Petit admitiu sentir alguma ansiedade, que tem de ser transformada em serenidade.

“Depois de tantos meses, o ‘bichinho’ no estômago está sempre a mexer e é normal que sinta alguma ansiedade, mas amanhã [sábado], no dia do jogo, que tenha tranquilidade para poder passar para os jogadores”, revelou.

Ao contrário do Marítimo, o Vitória de Setúbal atravessa um bom momento, ao ter vencido três dos últimos quatro encontros do campeonato, e o estilo de jogo do conjunto de Lito Vidigal mereceu atenção.

“O adversário tem qualidade. É uma equipa muito perigosa, que joga muito bem, tanto no jogo apoiado como nas transições ou na bola longa”, elogiou Petit.

O Marítimo, 13.º classificado, com dez pontos, recebe o Vitória de Setúbal, oitavo, com 14, no sábado, com o apito inicial marcado para as 15:30.

Outras Notícias