Ivo Vieira diz que semana de preparação para jogo com Aves tem sido “normal”

19 Fev 2020 / 14:34 H.

O treinador Ivo Vieira disse hoje que o Vitória de Guimarães preparou de forma “normal” o jogo com o Desportivo das Aves, da 22.ª jornada da I Liga, após os incidentes racistas com o futebolista Marega no encontro anterior.

O avançado maliano do FC Porto deixou o relvado do Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, ao minuto 71 da partida em que os ‘dragões’ venceram os vitorianos por 2-1, em protesto contra insultos racistas de alguns adeptos vimaranenses, o que levou o Ministério Público a instaurar um inquérito.

Questionado sobre a posição que tem sobre o caso e sobre o impacto que causou nos trabalhos do plantel vitoriano para o próximo jogo, o técnico frisou que a situação “não alterou nada o processo de preparação para o próximo jogo” e que o clube vimaranense “emitiu um comunicado onde é bastante explícito na sua posição”, condenando o racismo, mas recusando “vestir a pele de lobo”, num problema com “condenações efetivas a nível nacional e internacional”.

“A única diferença em relação à preparação deste jogo é o encurtamento em termos de espaço para o mesmo [decorre na sexta-feira]. O estado de espírito dos jogadores é de tristeza por não termos ganhado o jogo frente a uma equipa que luta para ser campeã. Cabe-me, como líder, tentar alterar o estado de espírito e passar-lhes confiança. Que se mantenha a mesma intensidade e o mesmo caráter. Que o nosso foco é o jogo do Aves, fundamental para somarmos três pontos”, salientou.

O técnico, de 44 anos, referiu ainda que as derrotas “deixam sempre marcas”, mas mostrou-se convicto de que os seus pupilos vão exibir muitos dos “comportamentos de grande nível” do jogo anterior perante um adversário que vai proporcionar “dificuldades”, mesmo ocupando o 18.º e último lugar.

“Temos de estar preparados para um Aves forte, competitivo. Há umas semanas, estava numa fase não muito favorável, mas a verdade é que a esperança continua para eles. Temos de ser mais fortes, mais organizados do que eles, para conseguirmos somar os três pontos”, disse.

Com a equipa minhota no oitavo lugar, com 28 pontos, atualmente a cinco do quinto lugar, que pode garantir o acesso à Liga Europa e é ocupado pelo Rio Ave, Ivo Vieira frisou que o Vitória poderia estar “mais confortável” na tabela, mas lembrou que o campeonato é “uma maratona”.

Questionado sobre a presença esperada de muitos adeptos do clube na Vila das Aves, localidade do concelho de Santo Tirso, a 15 quilómetros de Guimarães, o técnico respondeu que o Vitória é “uma grande força”, “uma nação com povo apaixonado em torno do clube”, com uma “vontade de ganhar” visível em vários jogos.

O Vitória de Guimarães, oitavo classificado da I Liga, com 28 pontos, visita o Desportivo das Aves, 18.º e último, com 13, no jogo de abertura da 22.ª jornada, agendado para as 20:30, no Estádio do Clube Desportivo das Aves, em Vila das Aves.