Estádio do Barcelona funciona como ponto de recolha para ensaio clínico

10 Abr 2020 / 05:33 H.

As instalações do estádio do FC Barcelona funcionam desde ontem como um ponto de recolha de amostras para um ensaio clínico, no âmbito de luta contra a pandemia de covid-19, anunciou o bicampeão espanhol de futebol.

As instalações de Camp Nou serão utilizadas para recolhas de amostras pela Fundação de Luta Contra a Sida e Doenças Infecciosas, com vista a um ensaio clínico destinado a comprovar a eficácia de uma combinação de medicamentos limitadora da transmissão da covid-19.

De acordo com a informação publicada pelo Barcelona no sítio oficial na Internet, o estádio do clube catalão é o quarto recinto da região a funcionar como ponto de recolha de amostras para o estudo e o que tem maior capacidade.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,5 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram quase 89 mil. Dos casos de infeção, mais de 312 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia, e o continente europeu é neste momento o mais atingido, com cerca de 787 mil infetados e de 62 mil mortos.

A Espanha é o segundo país com maior número de mortes, a seguir à Itália, registando 15.238 mortos, entre 152.446 casos de infeção confirmados até hoje.

Em Portugal, que está em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 17 de abril, registaram-se 409 mortes e 13.956 casos de infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde.