Derrota inesperada do United contra o último ‘entrega’ o título ao rival City

15 Abr 2018 / 19:05 H.

O Manchester City é o novo campeão inglês de futebol, com o título a ser ‘oferecido’ com a inesperada derrota em casa do rival, Manchester United, ante o West Bromwich, lanterna-vermelha.

Mais que a derrota perante o último da tabela, por 1-0, a equipa de José Mourinho deixa os espetadores de Old Trafford com o ‘amargo’ de verem as ruas da sua cidade em festa pela conquista do ‘outro’ emblema de Manchester, mesmo sem jogar hoje.

Vencedor do Tottenham no sábado, em Londres, o Manchester City fica com um avanço no campeonato que já não pode ser anulado - com cinco jogos por disputar, os dois clubes estão separados por 16 pontos.

A 34.ª jornada deixa o campeonato a quatro de acabar, sendo que os dois primeiros da tabela estão com um jogo a menos.

O City está com 87, o United com 71 e em terceiro segue o Liverpool, com 70. Em quarto, ainda com acesso à Liga dos Campeões, está o Tottenham, com 67.

Para os ‘citizens’, este é apenas o quinto título da carreira, mas os últimos anos têm sido bastante interessantes, com três troféus em sete anos: Ganharam em 1937, 1968, 2012 e 2014.

A época ‘fecha cedo’, para os comandados de Pep Guardiola, já vencedores da Taça da Liga, mas afastados da Taça de Inglaterra e da Liga dos Campeões, na qual caíram ante um dos históricos ingleses, o Liverpool.

Para a história, fica também o recorde de campeonato ganho mais depressa (com cinco jogos por fazer), superando um registo dos rivais de Manchester, que durava desde 2001.

Em Old Trafford, José Mourinho viveu uma das piores tardes da sua carreira, ao assistir à derrota da sua equipa ante o muito destacado último, que de resto teria ficado ‘condenado’ em caso de derrota.

O West Bromwich ‘adiou’ a queda na divisão secundária, sendo que a salvação tem hipóteses mínimas - precisa de ganhar todos os seus jogos e esperar, entre outros resultados, que o Swansea, de Carlos Carvalhal, não ganhe sequer uma das cinco partidas no seu calendário.

Para o resultado de hoje, concorreram vários fatores, como a postura séria e disciplinada do West Bromwich e a falta de inspiração dos ‘red devils’. Como seria de esperar, o United foi mais pressionante, mas os visitantes foram aguentando e aos 73 minutos chegaram ao golo, com o cabeceamento de Jay Rodriguez.

Praticamente seguro do apuramento para a Liga dos Campeões, o United vê, no entanto, reduzir-se a sua margem no que toca à disputa do segundo lugar. Ainda tem vantagem, com 71 pontos, mas vê aproximar-se o Liverpool, com 70, e não se destaca do Tottenham, que está com 67.

Um histórico a fazer uma época irreconhecível é o Arsenal, travado em Newcastle por 2-1. Segue em sexto na classificação e só se apurará para a Liga Europa se a Taça (que ainda vai para as meias-finais) não for conquistada por Southampton -- caso vença Chelsea, Tottenham ou United fica com a vaga criada.

Começaram bem os ‘gunners’, em St. James Park, com o golo de Lacazette, aos 14 minutos. Depois, os ‘magpies’ viraram, com tentos de Ayoze Perez, aos 29, e Ritchie, aos 68.

Tópicos