Benfica ‘sobre brasas’ recebe Braga e FC Porto com visita de risco a Guimarães

Lisboa /
13 Fev 2020 / 12:08 H.

O campeão Benfica recebe o Sporting de Braga no jogo grande da 21.ª jornada, uma semana após ter perdido na visita ao FC Porto, uma derrota que reacendeu a luta pelo título na I Liga de futebol.

O desaire no Dragão diminuiu para quatro pontos a diferença entre Benfica e FC Porto, e a receção de sábado das ‘águias’ ao Braga (4.º) é de alto risco, embora os ‘dragões’ também tenham no domingo visita difícil ao Vitória de Guimarães (7.º).

Os dois candidatos ao título chegam a esta jornada depois de garantirem a passagem à final da Taça de Portugal, que 16 anos depois voltará a ter frente a frente Benfica e FC Porto.

A equipa de Bruno Lage enfrenta a próxima jornada num momento em que parece viver um abaixamento de forma, tendo sofrido nas últimas cinco jornadas mais de metade dos golos (seis) que tem consentidos em todo o campeonato (11).

Diante do Sporting de Braga, Lage não contará com o ‘influente’ Gabriel, com uma lesão que lhe perturba a visão e que o obriga a uma paragem por tempo indeterminado, mas que se prevê longa, nem deverá ter André Almeida, enquanto no Sporting de Braga Rúben Amorim não terá Bruno Viana, a cumprir castigo.

A expulsão do central na última jornada foi o suficiente para travar a caminhada 100% vitoriosa da equipa sob o comando de Rúben Amorim, que empatou com o Gil Vicente (2-2) depois de estar a vencer por 2-0 e após cinco triunfos consecutivos na Liga, dois dos quais com FC Porto (fora, 2-1) e Sporting (casa, 1-0).

Na Luz adivinha-se um ‘jogo de nervos’ para os dois emblemas, numa ronda em que o FC Porto, moralizado com a vitória perante o rival e o encurtar de distância para o Benfica, também não deverá ter facilidades no Dom Afonso Henriques.

Já esta época, Braga (2-0) e Benfica (1-0) conseguiram passar incólumes em casa do Vitória, com a equipa de Ivo Vieira a apresentar alguma inconstância, mas os ‘dragões’ têm como registo mais recente um empate sem golos na última época.

No jogo de domingo, com início às 17:30, o treinador Sérgio Conceição não terá Tiquinho Soares, que viu um quinto amarelo e cumprirá castigo.

Na ronda são esperadas também dificuldades para o Sporting, que no sábado visita ao final do dia (20:30) o Rio Ave, quinto classificado, que na primeira volta venceu os ‘leões’ em Alvalade (3-2), precipitando a saída do treinador Marcel Keizer.

Este será o terceiro jogo entre Rio Ave e Sporting em 2019/2020, já que em setembro, novamente em Alvalade e para a Taça da Liga, a equipa de Vila do Conde também venceu, por 2-1.

No jogo de sábado, o Sporting não terá Vietto, a cumprir castigo, nem Mathieu ou Luiz Phellype, lesionados, o que deverá criar ainda mais dificuldades para os ‘leões’, que procuram segurar o terceiro lugar, com mais um ponto do que o Braga.

A ronda tem início na sexta-feira, com o Vitória de Setúbal, 10.º, a receber o Gil Vicente, equipa que é 12.ª, a três pontos, e atravessa uma ‘pequena crise’, não vencendo há quatro jornadas.

Em outros jogos, o Famalicão, em quebra após uma primeira volta fulgurante, recebe no domingo o lanterna vermelha Desportivo das Aves, no encerramento da ronda, e o Portimonense estreia no sábado, na receção ao Moreirense, o treinador Paulo Sérgio.

O técnico substitui o interino Bruno Lopes, após a saída de António Folha, com a equipa algarvia, 17.ª e penúltima classificada, a receber um Moreirense que é 13.º, oito pontos acima da zona de descida.

A jornada na I Liga antecede o regresso das competições europeias, com Benfica, FC Porto, Sporting de Braga e Sporting a disputarem na quinta-feira a primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa.