Polícia Judiciária deteve suspeito de burla mediante mandado emitido na Madeira

17 Jan 2019 / 18:19 H.

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal do Funchal e contando com a colaboração do Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, localizou e deteve um homem, de 30 anos de idade, no âmbito de Mandado de Detenção, para cumprimento de pena, emitido pelo Tribunal Judicial da Comarca da Madeira.

De acordo com uma nota enviada pela PJ, “o detido foi identificado numa outra investigação em curso como presumível autor do crime de burla qualificada, cujo modus operandi consistia na venda de automóveis que não lhe pertenciam, a bons preços, publicitados através de sites de vendas”.

Além disso, acrescenta que a venda era concretizada através de contactos telefónicos, por mensagem ou mesmo contacto pessoal, sendo os valores entregues em numerário ou com recurso a transferência bancária.

Outras Notícias