Morreu homem que entrou em paragem cardiorrespiratória no Estreito

15 Dez 2019 / 10:45 H.

O homem de 35 anos que na noite da passada sexta-feira sofreu uma paragem cardiorrespiratória no Estreito de Câmara de Lobos, junto à igreja, acabou por falecer no Hospital Dr. Nélio Mendonça.

A vítima esteve internada nos cuidados intensivos, mas não resistiu e morreu durante o dia de ontem.

Tal como o DIÁRIO noticiou, o homem entrou em paragem cardiorrespiratória alegadamente depois de ter consumido ‘bloom’, uma substância psicoactiva que provoca perturbações profundas no sistema nervoso central e que altera a noção da realidade.

Os Bombeiros Voluntários de Câmara de Lobos e a Equipa Médica de Intervenção Rápida (EMIR) realizaram as manobras de reanimação e conseguiram reverter a situação, transportando-o com vida para o Serviço de Urgência do Hospital Central do Funchal.

Tópicos