Homem que ateou fogo à casa no Jardim da Serra ficou em prisão preventiva

05 Dez 2019 / 18:23 H.

O homem de 27 anos que foi ontem detido pela Polícia Judiciária, no Jardim da Serra, suspeito de atear fogo à casa de família vai aguardar julgamento em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional do Funchal, na Cancela.

O indivíduo foi hoje ouvido em primeiro interrogatório judicial no Tribunal Judicial da Comarca da Madeira, onde ficou indiciado pelo crime de incêndios.

Segundo um comunicado emitido pela PJ, o crime ocorreu “num quadro de vingança, decorrente de uma tentativa de obtenção de vantagem patrimonial junto da avó, com quem vivia”.

“O incêndio foi praticado com recurso a chama directa, só não tendo atingido outras edificações contíguas devido à pronta detecção por parte de populares e o imediato combate pelos bombeiros locais”, adiantou a PJ.