Estrangeiro detido em Lisboa por drogar mulheres para as roubar

Lisboa /
14 Dez 2018 / 16:16 H.

Um estrangeiro foi detido em Lisboa por “fortes indícios” de crimes de burla qualificada agravada, furto, falsificação de documento, violação de medida de entrada e tráfico, tendo ficado preso preventivamente por roubo superior a 25 mil euros.

De acordo com uma nota publicada hoje na página oficial da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL), o suspeito foi detido na quinta-feira, tendo sido recolhidos “fortes indícios” de que desde 11 de Outubro vinha praticando estes crimes na cidade de Lisboa.

O homem, cuja nacionalidade não foi revelada, mas que estava ilegal em Portugal, “deambulava pela baixa de Lisboa em busca de turistas do sexo feminino, de origem asiática, maioritariamente oriundas da Coreia do Sul e que estivessem desacompanhadas”.

Uma vez identificada a vítima, relata a PGDL, o suspeito convencia-a acompanhá-lo na noite lisboeta e administrava-lhes substâncias estupefacientes sem o seu conhecimento, de forma a reduzir-lhe a capacidade de reacção e conduzi-la, sob vários pretextos, a caixas multibanco (ATM) para levantar dinheiro.

“Contra a vontade das vítimas e sem o seu conhecimento, retirava-lhes os cartões bancários e o respectivo código, dirigia-se a outros terminais multibanco e levantava quantias em dinheiro”, calculando as autoridades que a burla conhecida ascendeu a “um montante não inferior a 25.609 euros”, adianta a PGDL.

Segundo a mesma fonte, quando foi interceptado pelas autoridades policiais, o suspeito apresentou uma identidade falsa, tendo ainda sido encontrada em sua posse cocaína, supostamente para administrar às vítimas.

Outras Notícias