Cadáver encontrado na marina do Funchal era de uma freira

21 Set 2019 / 15:58 H.

O corpo que foi encontrado na marina do Funchal, na passada terça-feira, já foi identificado pela Polícia Judiciária.

Segundo um familiar, trata-se de uma freira que pertencia a uma congregação do Funchal, mas os contornos em que ocorreu a morte são para já desconhecidos. A mulher, com idade compreendida entre os 50 e os 60 anos, era natural de Câmara de Lobos e ingressou na vida religiosa desde nova.

A mesma fonte adiantou ao DIÁRIO que o seu funeral se realiza amanhã na Quinta das Rosas, pelas 12 horas.

A família admite estar “chocada” com o sucedido.

Recorde-se que, tal como foi noticiado na edição impressa da última quarta-feira, o cadáver da mulher foi retirado do mar por uma embarcação da Capitania do Porto do Funchal. O corpo foi levado para o Gabinete Médico Legal do Funchal para ser autopsiado e para ser identificado.

Segundo foi possível apurar, não há suspeita de crime.

Tópicos