‘Screenings Funchal’ em exibição na sua ‘Hora da Boa Vida’

Saiba que filmes assistir, este mês de Outubro, no regresso deste evento dedicado ao cinema alternativo

07 Out 2019 / 16:00 H.

O ‘Screenings Funchal’, evento dedicado ao cinema alternativo, está de volta ao Funchal. Todos os sábados, deste mês de Outubro, às 21 horas, será exibido um filme, nos Cinemas NOS do Fórum Madeira.

Conheça estas propostas cinematográficas na sua ‘Hora da Boa Vida’.


12 de Outubro: ‘Santiago, Itália’, de Nanni Moretti

Um filme-documentário que conta, através das palavras dos protagonistas e de diverso material da época, os meses que se seguiram ao golpe de estado de 11 de setembro de 1973, o qual pôs fim ao governo democrático de Salvador Allende no Chile. Concentrando-se em particular no papel da embaixada italiana em Santiago, que deu abrigo a centenas de opositores do regime do general Pinochet, permitindo-lhes chegar a Itália. Nanni Moretti numa obra que talvez fale mais do presente do que do passado, presta clara homenagem à atitude que a Embaixada de Itália teve, na altura, para com os refugiados políticos.

‘Screenings Funchal’ em exibição na sua ‘Hora da Boa Vida’

19 de Outubro: ‘Letto’, de Kirill Serebrennikov

Conta a vida da lenda do rock soviético Viktor Tsoi e como, no início, foi abraçado por outro músico da cena cultural de Leninegrado, Mike Naumenko, e sua mulher, Natasha. Usa o rock’n’roll e a música popular, tanto da Rússia como dos Estados Unidos, para contar a história de dois rock-stars russos dos anos 80, Viktor Tsoi da banda Kino e Mike Naumenko de Zoopark. Uma viagem onde não faltam os covers de Talking Heads, Iggy Pop, T-Rex, Lou Reed e David Bowie.

‘Screenings Funchal’ em exibição na sua ‘Hora da Boa Vida’

26 de Outubro: ‘Vem e vê’ Elem Klimov

O herói do filme é Flyora, um adolescente de 16 anos. Se no início da história Flyora é um rapazinho como tantos outros da sua idade, à medida que ele vai conhecendo o horror das execuções perpetradas pelos Nazis, a sua cara vai-se transfigurando e envelhecendo. As transformações no rosto de Flyora são o espelho do rosto da guerra. Talvez um dos melhores filmes anti-guerra alguma vez feitos.

‘Screenings Funchal’ em exibição na sua ‘Hora da Boa Vida’

A complementar as exibições habituais, será exibida antes das sessões uma curta-metragem de Hugo Olim, um dos artistas madeirenses integrados no projecto Ilhéstico da Porta 33, um roteiro de arte contemporânea para a cidade do Funchal, com a curadoria de Miguel von Hafe Pérez.

Este trabalho ‘Head, Tail, Rail’ integrou vários festivais em países como França, Canadá, Alemanha, Austrália, Espanha e em Portugal no IndieLisboa - Festival Internacional de Cinema.

Outras Notícias