País

Açores estão a implementar sistema de controlo de abastecimento de água agrícola

None

Santa Maria, nos Açores, tem desde segunda-feira um sistema de controlo de abastecimento de água agrícola com máquinas controladoras de consumo, um projeto de sustentabilidade que o Governo açoriano quer replicar noutras ilhas, foi hoje anunciado.

"Este é um projeto levado a cabo pelo IROA - Instituto Regional de Ordenamento Agrário, SA, que deverá ser replicado nas outras ilhas dos Açores", afirmou o Secretário Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, António Ventura, acrescentando que que iniciativas semelhantes já começaram a ser implementados nas ilhas Terceira e São Miguel.

Citado numa nota divulgada na página da Internet do Governo açoriano, o governante adiantou que, "em abril, foi adjudicado todo o sistema de abastecimento de água agrícola no concelho das Velas, em São Jorge, que deverá ficar concluído até ao final do presente ano".

O governante falava depois de a IROA (Instituto Regional de Ordenamento Agrário), em parceria com o município de Vila do Porto e a Associação Agrícola de Santa Maria, terem colocado em funcionamento, na segunda-feira, um sistema de controlo de abastecimento de água agrícola com máquinas controladoras de consumo.

Após a vistoria técnica final ficaram a funcionar todos os sete sistemas de controlo de distribuição de água à agricultura na ilha de Santa Maria.

Ainda de acordo com o executivo regional, de coligação PSD/CDS-PP/PPM, "para este ano está ainda prevista a instalação de mais quatro sistemas de controlo, concluindo-se assim todos os pontos de distribuição de água com ligação à rede pública da Câmara Municipal de Vila de Porto".

António Ventura destacou a importância de projetos que promovam a sustentabilidade do setor agrícola, "nomeadamente no abastecimento de água agrícola que, como recurso natural, não é inesgotável".

O titular pela pasta da Agricultura nos Açores considerou que é "necessário tornar eficiente todos os mecanismos das infraestruturas de captação, transporte e distribuição, e minimizar as perdas de água".

Para António Ventura, a importância do setor agropecuário na economia regional e a sua forte dependência da disponibilidade de água obrigam o Governo dos Açores a "tomar medidas e a adotar soluções técnicas e políticas que se traduzam num uso mais racional desse bem cada vez mais escasso".