País

Kit de emergência contra incêndios é inflamável

A onda de calor e o calor da política continuam a marcar o Verão na imprensa nacional

None

Com o Verão em velocidade de cruzeiro, a temperatura sobre também nas notícias, hoje com a manchete do JN a revelar que o material entregue nas aldeias para fugir dos incêndios é inflamável. O fabricante julgou tratar-se de merchandising. O kit de emergência custou 328 mil euros. Mais clientes e queixas nos ginásios é outro tema em grande neste matutino, assim como a onda de calor, com a Alemanha e a França a baterem recordes. “Estudo demonstra que é o período mais quente em dois mil anos”.

Os 42,6 graus em Paris também estão no Público, em chamada pequena sobre o calor extremo na Europa por estes dias. A manchete é a de que mais de 500 estudantes recorreram ao crédito bonificado e pediram aos bancos 5,5 milhões de euros em meio ano. Cada aluno, através do crédito bonificado, pode pedir até 30 mil euros. A política internacional está em grande na foto, com Sánchez a não conseguir o apoio necessário para formar governo e a abrir caminho a novas eleições em Espanha. Nas pequenas, o jornal resume as propostas que o PS negou à ‘geringonça’ e agora promete nas legislativas.

Médicos presos aos hospitais públicos é a notícia principal do Correio da Manhã. O objectivo é recuperar o investimento e combater a falta de especialistas. Cada médico custa ao erário público entre 300 mil euros e 500 mil euros.

No Diário de Notícias, há cada vez mais casas ocupadas em Lisboa, escreve na primeira em gordas. Também neste matutino a dificuldade de entendimento em Espanha para a formação de governo.

O i coloca em grande uma entrevista a Macário Correia, antigo secretário de Estado “Fui condenado por ter autorizado três casais a viver na serra. Um dia serei condecorado por isso”, afirma. Na sinistralidade rodoviária, apenas 10% das mortes são em auto-estrada. A maior parte dos condutores que morreram tinham experiência.

No Negócios, casas em Lisboa custam 2 mil euros por metro quadrado. Na energia, o novo regime para produção própria arranca em 2020.

Motoristas acusam patrões de defraudar Estado em 2.1 mil milhões, diz a maior do Jornal Económico. “Bom resultado do PSD passa por melhorar o das europeias”, declara Paulo Mota Pinto, presidente da Mesa do Congresso do PSD, em entrevista.

Danilo e Sérgio Conceição obrigados a entenderem-se, diz o jornal A Bola; O Recod coloca em principal a notícia de que o Liverpool ficou de olho em Doumbia. O Jogo escolhe também Danilo para capa: “Danilo capitão e à vista”.