Madeira

Acusado de matar ex-cunhado começa a ser julgado

None

O Tribunal da Comarca da Madeira agendou para hoje o início do julgamento do autor confesso do homicídio do ex-cunhado, ocorrido no Funchal, tendo o arguido cortado e escondido o cadáver numa parede que fechou com cimento.

O crime aconteceu em maio de 2018, tendo sido descoberto cerca de duas semanas depois, quando o suspeito, que está em prisão preventiva, colocou um colchão com sangue no lixo.

As ausências da vítima eram normais por ser frequente trabalhar em várias partes da ilha, tendo sido os vizinhos e familiares que deram o alerta para a situação.

De acordo com a acusação, o suspeito deu abrigo à vítima, depois desta ter sido expulsa de casa pela mãe.