Artigos

O Desporto e o Mar

a partilha de interesses entre a UMa e CNF foi celebrado um protocolo de cooperação

O mar é reconhecidamente uma parcela de território de muitos continentes e ilhas com enorme valor económico, turístico, cultural e desportivo, plasmado na designação de economia azul, que tem um enorme potencial de crescimento, esperando-se a criação de milhares novos postos de trabalho ao longo dos próximos anos. O Departamento de Educação Física e Desporto (DEFD) da Universidade da Madeira (UMa), fundamentalmente interessado em formar quadros profissionais com competências e destrezas na atividade física e na prática desportiva, jamais poderia ignorar o enorme potencial que este campo tão vasto oferece.

O DEFD, numa das alterações do plano de estudos, introduziu a então denominada disciplina de “Lazer e Recreação”, no âmbito da qual os alunos eram convidados a contactar, de forma mais efetiva, com o mar. Teriam também que apresentar projetos práticos de lazer, escolhidos livremente por cada grupo de alunos, mas na condição de pelo menos um dos projetos ser realizado no mar ou na costa. Simultaneamente, da partilha de interesses entre a UMa e o Clube Naval do Funchal (CNF), foi celebrado um protocolo de cooperação, que se materializou, entre vários aspetos, na realização conjunta do Congresso “O Desporto e o Mar”, cuja 6ª edição teve lugar no passado fim de semana.

Subordinado ao tema geral “O Meio Marinho Natural”, o evento constituiu um importante e diversificado veículo de conhecimento para discentes, antigos alunos e outros públicos interessados. O tema deste ano, “Promoção do Mar da Madeira”, trouxe à Região importantes especialistas na área, que abordaram, entre outros temas, o Projeto Internacional Ecotur Azul, que procura impulsionar o ecoturismo inteligente em territórios marítimos e costeiros da Macaronésia, bem como a mediática regata Volvo Ocean Race. No 3º painel, foi apresentado o projeto interinstitucional “Atividades Náuticas na RAM – Compreender, Intervir, Transformar (ANRAM-CIT), que visa promover estudos em contexto ecológico e laboratorial, de modo a potenciar a compreensão, a intervenção e a transformação neste tipo de atividades.

O ANRAM-CIT, que está a ser implementado, numa amostra diversificada de desportistas do CNF, é já fruto desta feliz cooperação, tendo merecido o apoio incondicional da Presidente do CNF, Dr.ª Mafalda Freitas, e do Reitor da UMa, Professor José Carmo.

A aposta do DEFD nesta parceria, conjuntamente com a oferta de novas disciplinas e o empenho dos docentes, reforça a produção de conhecimento e a qualidade das atividades letivas.