“Tudo o que seja acelerar a justiça” é bom, diz Marcelo

11 Out 2017 / 17:25 H.

O Presidente da República considerou hoje, a propósito da acusação do Ministério Público a José Sócrates, que “tudo o que seja acelerar a justiça” é bom, porque a sua demora é “uma das queixas legítimas em Portugal”.

“Aquilo que eu penso da justiça disse-o noutro dia, no dia 5 de Uutubro: tudo o que seja a justiça acelerar e, de alguma maneira, converter em prazos mais curtos aquilo que temos a noção de que é muito longo, é bom”, declarou.

Marcelo Rebelo de Sousa, que falava aos jornalistas à saída de uma visita ao Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa, com os reis dos Países Baixos, rejeitou, no entanto, comentar o caso do antigo primeiro-ministro do ponto de vista jurídico ou político.

“Eu não comento nunca casos, processos concretos. O Presidente não deve comentar, e acho que um responsável político não deve comentar”, afirmou o chefe de Estado

Outras Notícias