Traficantes de cocaína detidos em Portugal ficam em prisão preventiva

27 Out 2017 / 16:28 H.

Dois arguidos envolvidos no tráfico de cocaína da América do Sul para Portugal, para ser distribuída por outros países europeus, ficaram em prisão preventiva após interrogatório judicial na quinta-feira, indicou hoje o Ministério Público.

Segundo a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL), os arguidos - com a colaboração do outro arguido e de outras pessoas que recrutava -- efectuavam, desde pelo menos 2017, o transporte de cocaína da América do Sul para Portugal, e subsequentemente para vários países europeus, como Espanha e França, sendo o restante vendido em Portugal.

A um dos arguidos foi apreendido cerca de 449 gramas de cocaína (peso bruto), que transportava no interior do organismo.

A investigação prossegue sob a direcção do Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa, com a coadjuvação da PSP.

Outras Notícias