Rodrigo Gonçalves avança com candidatura à presidência da concelhia de Lisboa do PSD

Lisboa /
09 Jan 2018 / 14:53 H.

Rodrigo Gonçalves, atual presidente interino da concelhia de Lisboa do PSD, anunciou hoje que vai avançar com uma candidatura à presidência da comissão política desta estrutura, que vai a votos no próximo sábado.

De acordo com um comunicado enviado à Lusa, Rodrigo Gonçalves -- que assumiu a presidência interina da concelhia depois da demissão, em abril, de Mauro Xavier, por discordâncias com a estratégia autárquica do PSD em Lisboa -- tem como nomes propostos para vice-presidentes o antigo secretário de Estado da Cultura José Amaral Lopes e João Pedro Costa, atual vereador do PSD na Câmara da capital.

Pedro Rodrigues, ex-deputado, antigo líder da JSD e fundador do movimento interno do PSD “Portugal não pode esperar”, é o candidato à liderança da mesa da Assembleia, e a ex-ministra Graça Carvalho candidata a ‘vice’ desta estrutura.

A lista de delegados ao Congresso do PSD que apoia esta candidatura (ambas designadas pela letra R) é encabeçada pelo ex-ministro Nuno Morais Sarmento e inclui nomes como os de Graça Carvalho, ex-secretários de Estado como Amaral Lopes e Luís Filipe Alves Monteiro, a presidente das Mulheres Sociais-Democratas Lina Lopes, o gestor Luís Menezes Leitão ou o professor universitário Tiago Moreira de Sá.

De acordo com o comunicado, a candidatura de Rodrigo Gonçalves conta ainda o apoio dos antigos ministros Manuela Ferreira Leite, Pedro Roseta, David Justino, do antigo deputado Paulo Mota Pinto e do ex-secretário de Estado do Ambiente José Eduardo Martins -- que foi o candidato do PSD à Assembleia Municipal de Lisboa nas autárquicas -, entre outros.

Como principais objetivos, a candidatura aponta “reconciliar o PSD com o eleitorado lisboeta, conquistar a Câmara Municipal de Lisboa ao Partido Socialista, conquistar a maioria das Juntas de Freguesia e garantir o crescimento do PSD no centro urbano de Lisboa”.

Rodrigo Gonçalves, 43 anos, é apoiante de Rui Rio na candidatura à presidência do partido, conselheiro nacional eleito na lista do ainda presidente do PSD Pedro Passos Coelho e vogal da mesa dos Autarcas Sociais-Democratas, sendo esta a primeira vez que se candidata à liderança da concelhia de Lisboa.

Paulo Ribeiro é o outro candidato anunciado à concelhia social-democrata, terminando na quarta-feira o prazo para a apresentação de candidaturas.

Paulo Ribeiro, membro da Assembleia de Freguesia da Estrela, tem 49 anos, é militante social-democrata desde 1993, coordenador do Gabinete de Estudos da Distrital de Lisboa e delegado à Assembleia Distrital de Lisboa do PSD. Foi presidente da Comissão Política do Núcleo da Lapa e é também conselheiro nacional, sendo a segunda vez que se candidata a presidente da Comissão Política de Secção da concelhia da capital.

As eleições para a liderança da concelhia de Lisboa do PSD decorrem no próximo sábado, entre as 14:00 e as 20:00, em simultâneo com a escolha do próximo presidente do PSD, disputada entre Rui Rio e Pedro Santana Lopes, e a eleição de delegados ao Congresso, que decorrerá entre 16 e 18 de fevereiro.

Outras Notícias