Portuguesa Wasted Rita inaugura em Outubro primeira exposição a solo na Tailândia

Lisboa /
30 Set 2017 / 11:20 H.

A artista portuguesa Wasted Rita inaugura em outubro em Banguecoque “10795 days of bummer”, a primeira exposição a solo da artista na Tailândia, contou a própria à agência Lusa.

“10795 days of bummer”, que será inaugurada a 07 de outubro na galeria WTF, é “uma retrospetiva de trabalhos antigos”.

“Fui escolhendo os que marcaram mais ou que me trouxeram mais frutos”, contou à Lusa, confessando que, apesar de “ser muito desorganizada” e de já não ter “ficheiros em alta resolução de muitos trabalhos antigos”, estão na mostra “os mais importantes”.

Wasted Rita, que nasceu em 1988 no Porto, faz desenhos, ilustrações e escreve teorias sobre o que a rodeia. Entre os trabalhos “mais importantes” que levará à Tailândia estão cartazes com as frases: “Be bold or italic, but never regular” [Sê negrito ou itálico, mas nunca regular], “Wake up and smell the routine” [Acorde e cheire a rotina], “Give sarcasm a chance” [Dê uma chance ao sarcasmo] e “I have no fucking idea what the hell I’m doing in this world” [Não faço ideia que raio estou a fazer neste mundo].

Destes, o último foi um dos escolhidos pelo ‘graffiter’ britânico Banksy para ficar exposto no parque de diversões “Dismaland”, uma sátira à Disneylândia que criou em 2015 numa cidade costeira do oeste de Inglaterra.

Quatro trabalhos de Wasted Rita foram colados na parede de um castelo no “Dismaland Bemusement Park”, situado em Weston-Super-Mare, “um festival de arte, diversões e anarquia para principiantes”, que funcionou entre 22 de agosto e 27 de setembro daquele ano. Entre os mais de 40 artistas envolvidos no projeto, Wasted Rita era a única portuguesa.

O convite para participar no “Dismaland” surgiu por email, já a hipótese de expor na Tailândia aconteceu em Lisboa.

“Conheci a curadora da galeria WTF na Underdogs, na inauguração de uma exposição do André da Loba. Ela disse-me que estava interessada no meu trabalho e que lhe enviasse um email se tivesse vontade de expor lá”, recordou a ilustradora e designer gráfica portuguesa.

Depois desse dia, “passou-se um ano e há cerca de cinco meses” a curadora da WTF contactou Wasted Rita, convidando-a para participar numa exposição coletiva naquela galeria, que aconteceu em abril deste ano e para a qual a portuguesa criou três trabalhos novos.

Agora, com a parceria do Camões - Centro Cultural Português em Banguecoque e da Embaixada de Portugal na Tailândia, será inaugurada “10795 days of bummer”, que fica patente até 29 de outubro.

No âmbito da exposição, Wasted Rita irá pintar um mural e dirigir uma oficina para estudantes de design gráfico na Universidade de Banguecoque.

Quanto a trabalhos novos, “ficam guardados para a exposição na Underdogs”, a ser inaugurada a 20 de outubro.