Ophelia converte-se no décimo furacão desta temporada no Atlântico

De acordo com a trajectória prevista o Ophelia deverá cruzar os arquipélagos dos Açores e da Madeira

País /
12 Out 2017 / 08:03 H.

A tempestade tropical Ophelia transformou-se hoje no décimo furacão da actual temporada no Atlântico, após os ventos atingirem um máximo sustentável de 120 quilómetros por hora, informou o Centro Nacional de Furacões (HNC) dos Estados Unidos.

O furacão de categoria 1 está a mover-se a uma velocidade de seis quilómetros por hora e de acordo com a trajectória prevista deverá cruzar os arquipélagos dos Açores e da Madeira, para depois seguir em direcção ao Reino Unido.

No mais recente boletim, emitido às 22 horas (hora de Lisboa), o HNC, com sede em Miami, prevê que na segunda-feira o fenómeno meteorológico atinja a Irlanda, mas já transformado em tempestade tropical.

Desta forma, a costa da Galiza não será afectada pela tempestade, ao contrário do que prognosticavam os anteriores boletins.

Os ventos mais fortes do furacão Ophelia, que podem intensificar-se nos próximos dias, estendem-se até 35 quilómetros do seu centro, indicou o HNC.

A passagem desta inicial tempestade tropical ao grau de furacão implica um registo histórico que não se repete há mais de um século, ao tornar-se no furacão número dez nesta activa temporada de furacões.

A actual temporada de furacões regista dez fenómenos, cinco de categoria máxima na escala Saffir-Simpson (3, 4 e 5), o número mais elevado desde 2005, com a formação do Harvey, Maria, Irma, Lee e José.

Cerca de 350 pessoas morreram de forma directa ou indirecta devido a estes fenómenos meteorológicos, que assolaram a região do Caribe, Estados Unidos e diversos países da América Central.

Outras Notícias