Morreu João Pedro Martins, um dos jornalistas “históricos” das agências

Lisboa /
14 Mar 2018 / 17:44 H.

João Pedro Martins, jornalista de agência na ANI, ANOP, NP e Lusa e durante anos chefe do Centro de Documentação da Lusa, morreu na terça-feira no Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, disse um amigo e colega.

Nascido em 1950 em Lisboa, João Pedro Martins ingressou no mundo das agências noticiosas, em janeiro de 1974, na então ANI, tendo já na ANOP sido redactor, coordenador e delegado em Évora e nos Açores. Mais tarde, foi coordenador e chefe do Centro de Documentação da Lusa, tendo saído da agência em finais de 2002.

João Pinheiro de Almeida, seu colega e amigo, referiu que João Pedro Martins era um dos profissionais de agência mais antigos e recordou-o como alguém sempre bem disposto, alegre e animado, que já na fase da doença dizia, com ironia: “Estou sempre bem, desde que não me doa”.

“Morreu um bom homem bom”, lamentou, acrescentando que João Pedro Martins, que vivia em Marinhais, juntava sempre que possível o seu núcleo de amigos mais próximos.

Por sua vontade, não haverá velório. A missa de corpo presente realiza-se na sexta-feira, pelas 14h30, no cemitério de Barcarena (Oeiras), seguida da cremação do corpo.

Outras Notícias