Militar da Marinha detido a furtar material de uma obra

03 Set 2018 / 03:11 H.

Um militar da Marinha, de 50 anos, foi detido na madrugada de hoje, na zona de Alcabideche, concelho de Cascais, quando furtava material de uma obra, com a ajuda da viatura de serviço, segundo a GNR e a Marinha.

O porta-voz da Marinha, comandante Fernando da Fonseca, disse à agência Lusa tratar-se de um cabo fuzileiro, com a especialidade de condutor, colocado no Comando do Corpo de Fuzileiros, na Base do Alfeite, em Almada.

O oficial acrescentou que o militar “foi detido em flagrante delito, sem oferecer resistência, a furtar pedras de granito” de uma obra, as quais estava a carregar para uma viatura de transporte de pessoal pertencente à Marinha, razão pela qual este ramo das Forças Armadas “vai instaurar um processo disciplinar”.

Fonte do Comando Geral da GNR contou à Lusa que os militares se deslocaram para o local após receberem uma denúncia para o furto, que ocorreu entre a 01:00 e as 02:00 da madrugada.

Quando os militares da GNR chegaram ao local, a viatura de serviço, que também foi apreendida, pois é um meio de prova, já estava carregada com material furtado.

O militar está detido no posto da GNR de Alcabideche, onde irá pernoitar, e será presente na manhã de segunda-feira a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Cascais.