Gulbenkian cria fundo com dotação inicial de 500 mil euros para a região

Lisboa /
18 Jun 2017 / 16:54 H.

A Fundação Calouste Gulbenkian decidiu constituir um fundo especial de 500 mil euros, para apoio às organizações da sociedade civil da região de Pedrógão Grande, afetada pelos incêndios deste fim de semana.

Em comunicado, a Fundação informou que os 500 mil euros são a dotação inicial do fundo, e servem para “ajudar a minimizar as consequências” dos incêndios e da tragédia que afetou os municípios de Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, onde morreram pelo menos 61 pessoas.

“Em contacto com a União das Misericórdias Portuguesas, a Fundação está neste momento a acompanhar e a avaliar a situação no terreno”, indica a nota hoje divulgada.

A Fundação Calouste Gulbenkian aproveitou ainda para expressar o seu pesar pelas vítimas dos incêndios.

O fogo em Pedrógão Grande, que causou pelo menos 61 mortos, deflagrou ao início da tarde de sábado numa área florestal em Escalos Fundeiros, em Pedrógão (distrito de Leiria), e alastrou-se aos municípios vizinhos de Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos, obrigando a evacuar povoações ou deixando-as isoladas.