Ferramentas desenvolvidas no Porto auxiliam investigadores na gestão de dados

Porto /
16 Jan 2018 / 02:00 H.

Uma equipa do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) desenvolveu duas ferramentas para auxiliar os investigadores na gestão dos dados, evitando a sua perda e fomentando a partilha de informação em projetos internacionais.

“Há milhares de dados que são perdidos todos os anos pelos cientistas, devido à falta de ferramentas para a sua gestão”, indicou à Lusa a professora Cristina Ribeiro, do INESC TEC.

Nesse sentido, a gestão dos dados torna-se “importante”, “especialmente quando estes se tornam volumosos, tendendo a ficar comprometidos no seu uso, devido à falta de cuidados por parte dos proprietários ou ao facto de estarem guardados em sistemas desatualizados”, explicou.

Com o objetivo de melhorar as práticas de gestão de dados, a equipa iniciou um estudo, dentro das faculdades da Universidade do Porto, que visava perceber de que forma os investigadores geriam os dados produzidos em ambiente de investigação e que tipo de ferramentas necessitavam.

No seguimento desse estudo, foram desenvolvidas as ferramentas “Dendro” e “LabTablet”, ‘softwares’ que acompanham os cientistas nos trabalhos de campo, substituindo os cadernos de laboratório e armazenando dados, que podem ser numéricos, simulações, georreferenciações e dados ‘web’, entre outros.

Atualmente, a nível nacional e europeu, estão a surgir “mandatos muito fortes e quem no sentido de que, quem tem financiamento tem que mostrar que não só publica os artigos mas também deixa os dados suficientemente bem organizados e preservados para outros usarem”, contou a professora.

“Temos estado atentos ao panorama internacional, verificando de que forma os dados produzidos por determinado grupo pode ser publicado num repositório internacional, funcionando como um resultado de investigação”, acrescentou.

Para além da professora Cristina Ribeiro, este projecto engloba engenheiros informáticos e profissionais da área da ciência da informação.

As duas ferramentas do INESC TEC vão ser apresentadas numa conferência internacional do EUDAT, que se realiza no Porto entre os dias 22 e 25.

Segundo Cristina Ribeiro, o EUDAT é um projeto internacional, que tem como objetivo desenvolver ferramentas para a gestão e publicação de dados. O INESC TEC colabora no projeto e atua como piloto, aplicando no instituto e na Universidade do Porto (UP) as ferramentas desenvolvidas nesse âmbito.