Estação de televisão de inspiração cristã arranca em Fátima com 20 profissionais

11 Jan 2017 / 15:35 H.

Uma estação de televisão privada de inspiração cristã vai iniciar as emissões em fevereiro, em Fátima, anunciou hoje a diretora do projeto, a jornalista Sandra Dias.

A Angelus TV começa a funcionar na segunda quinzena do próximo mês, em data a anunciar, e pretende “contribuir para a promoção e anúncio da mensagem e iniciativas cristãs e para a divulgação da cultura portuguesa”.

O novo empreendimento de comunicação social conta com 20 profissionais a tempo inteiro e planeia a contratação de alguns serviços externos, segundo uma nota hoje divulgada pela empresa.

“Em termos religiosos, assumindo de forma evidente a génese cristã católica do projeto, a Angelus TV dará destaque à informação religiosa e exibirá programas de oração, formação e evangelização”, mas inclui espaços publicitários, adianta.

O canal vai estar presente nas operadoras por cabo em Portugal e nos restantes países de língua oficial portuguesa, com distribuição sem custos para os telespetadores, e será ainda disponibilizado na Internet.

Para uma emissão diária de 24 horas, a grelha de programação “integra programas de informação, com magazines diários em direto”, às 13:00 e às 19:30, de cultura, saúde e culinária.

Alguns programas são especialmente vocacionados para crianças, enquanto noutros espaços se apresentam filmes e documentários.

Além dos programas temáticos, a Angelus TV transmite a eucaristia diária em direto, às 11:00, e o rosário, às 21:30, a partir do santuário de Fátima.

Na quarta-feira e no domingo, são difundidos a catequese do papa e o “Angelus”, a partir do Vaticano.

O órgão dirigido por Sandra Dias está a negociar diversas “parcerias consideradas vitais”, tendo já formalizado algumas com a agência Lusa, a Paulus Editora e a fundação Ajuda à Igreja que Sofre.

“A Angelus TV foi apresentada e bem acolhida junto de vários organismos eclesiais, com destaque para a Diocese de Leiria-Fátima, o santuário de Fátima e o Secretariado Nacional das Comunicações Sociais da Igreja”, destaca a nota.

Sob o lema “Uma janela de esperança”, o projeto prevê “estreitar relações com os organismos e entidades civis locais e regionais e com a população, valorizando, por isso, todas as iniciativas de boa vizinhança e de aproximação”.

Sandra Dias, de 45 anos, reside há 12 em Fátima, onde trabalhou no projeto de comunicação Comunidade Canção Nova, nascido no Brasil, nas áreas de televisão e de rádio, tendo dirigido a estação de televisão Canção Nova.

A Angelus TV é inaugurada no ano em que Fátima comemora o centenário das aparições marianas e representa um investimento global de 800 mil euros, tendo sido apoiado por fundos europeus.

Nesta fase, com obras a decorrer, a produção da Angelus TV conta com a colaboração da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes, ao abrigo de um protocolo assinado com o Instituto Politécnico de Tomar.