Espanhóis da EliteTaxi solidários com taxistas portugueses protestam em Madrid

19 Set 2018 / 09:31 H.

Os taxistas espanhóis da Elite Taxi vão parar hoje em frente à embaixada de Portugal em Madrid em solidariedade com os seus colegas portugueses, anunciou nos Restauradores a organização do protesto que decorre a nível nacional.

Numa nota lida hoje por um elemento da organização, na Praça dos Restauradores, em Lisboa, os taxistas espanhóis expressaram toda a “solidariedade com o protesto” dos motoristas portugueses que estão concentrados desde o início da manhã.

“Esta es para ustedes: Sí se puede”, gritou o elemento da organização que lia a mensagem dos taxistas espanhóis.

A concentração de taxistas estende-se dos Restauradores à Avenida da Liberdade, com táxis parados em ambas as faixas BUS.

Segundo a organização, no Porto estão concentrados pelo menos uma centena de taxistas e em Faro 200 de um universo de 400.

Os taxistas manifestam-se hoje em Lisboa, Porto e Faro contra a entrada em vigor, em novembro, da lei que regula as quatro plataformas electrónicas de transporte que operam em Portugal -- Uber, Taxify, Cabify e Chauffeur Privé.

Em Lisboa, depois dos Restauradores e Avenida da Liberdade, a fila vai prolongar-se até à Avenida Fontes Pereira de Melo, Praça Duque de Saldanha e Avenida da República.

A Praça dos Restauradores e a Avenida da Liberdade estão cortadas ao trânsito desde as 5 horas, com excepção para os veículos de emergência, polícia e transporte colectivo de passageiros, tendo sido recomendada a utilização dos transportes públicos.

A Avenida Fontes Pereira de Melo, Saldanha e Avenida da República estão condicionadas, uma vez que os taxistas ficam estacionados nas faixas ‘bus’.

Os autocarros de e para o Aeroporto de Lisboa serão ajustados, sendo reforçadas as carreiras 783 da Carris (Aeroporto-Marquês de Pombal) e os Aerobus 1 e 2 da Carristur. O Metropolitano de Lisboa irá monitorizar a evolução da procura e, se necessário, efetuará um aumento de oferta na medida dos recursos disponíveis.

No Porto, as viaturas concentram-se na Avenida dos Aliados, a partir das 6 horas, e em Faro o início do protesto está agendado para as 7 horas, na Estrada Nacional 125-10, junto ao aeroporto.

A legislação foi promulgada pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, em 31 de Agosto. A entrada em vigor acontece em 1 de Novembro, mas o sector do táxi marcou a manifestação precisamente com a intenção de que esta não venha a ser aplicada.

Os representantes do sector do táxi enviaram à Assembleia da República um pedido para serem hoje recebidos pelos deputados, a quem vão pedir que seja iniciado o procedimento de fiscalização sucessiva da constitucionalidade do diploma e que, até à pronúncia do Tribunal Constitucional, se suspendam os efeitos deste, “por forma a garantir a paz pública”.

Outras Notícias