Empresários portugueses na diáspora debatem experiências e procuram parcerias

15 Dez 2017 / 08:22 H.

Empresários portugueses na diáspora reúnem-se a partir de hoje em Viana do Castelo, num encontro que pretende promover parcerias e a troca de experiências e que conta com a presença de vários governantes.

Depois da primeira edição, em Sintra, há um ano, o Encontro de Investidores da Diáspora contará com 341 inscritos, entre empresas, câmaras de comércio e associações de portugueses no estrangeiro, oriundos de 36 países dos cinco continentes -- França, Brasil, Alemanha, Estados Unidos da América e Moçambique são os países mais representados.

As principais áreas de atividade são o comércio, a indústria, a construção, a tecnologia e o turismo.

O encontro decorre entre hoje e domingo com o lema “Conhecer para Investir” e pretende “criar uma atmosfera propícia ao investimento com origem na diáspora, juntando agentes empresariais e entidades ligadas às mais diversas áreas de atividade”, disse o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro.

O objetivo é “fomentar o debate, a partilha de experiências e promover o lançamento de eventuais parcerias”, explicou.

O evento contará com intervenções dos ministros dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e da Economia, Manuel Caldeira Cabral, além de vários secretários de Estado e representantes de entidades e agências públicas de diversos setores, de autarquias locais -- através da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho -- e das regiões, designadamente Açores, Madeira e Galiza.

À margem do encontro, haverá mostras de produtos locais e regionais, e, no domingo, a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho promove uma visita guiada aos vales do Minho e do Lima.

Outras Notícias