Cerca de 270 mil declarações fiscais IES por entregar no último dia útil do prazo

Lisboa /
13 Jul 2018 / 15:51 H.

Cerca de 270 mil declarações da Informação Empresarial Simplificada (IES), referentes a 2017, estão por entregar no último dia útil do prazo legal que termina domingo, revelou hoje a Associação Nacional de Contabilistas (ANACO).

“O prazo [para entregar a IES] termina domingo, dia 15. Hoje é o último dia útil e faltam 270 mil declarações”, contou à Lusa o presidente da ANACO, Vítor Vicente, adiantando não ter tido qualquer resposta sobre o pedido de adiamento deste prazo, feito pela associação na semana passada junto do Ministério das Finanças.

Segundo o mesmo responsável, no ano passado, foram entregues um milhão e 33 mil IES e IES/DA (Declaração Anual), e este ano os contabilistas estão mais preocupados porque tiveram menos tempo disponível para preencher esta declaração, que dizem ser muito extensa.

“Na quinta-feira, penúltimo dia útil, foram submetidas perto de 100 mil declarações. Provavelmente foi um recorde em termos de IES e IES/DA”, acrescentou Vítor Vicente.

No dia 9 de Julho, a ANACO pediu ao Governo que adiasse uma semana este prazo fiscal, para 22 de Julho, invocando o “facto inédito” de só ter terminado em 30 de junho a entrega do modelo 22, a declaração fiscal periódica de rendimentos relativos ao Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas (IRC).

A IES, uma declaração anual obrigatória para as empresas e para os empresários com contabilidade organizada, que permite cumprir várias obrigações declarativas num único ato, só pode ser feita depois de concluídas as declarações modelo 22 e de IRS (Imposto sobre as Pessoas Singulares).

Normalmente, entre a modelo 22 e a IES distam 45 dias de prazo, mas este ano os contabilistas ficaram apenas com 15 dias para se dedicarem à IES, terminando a primeira declaração em 31 de maio e a segunda no próximo dia 15 de Julho.

A IES deve ser entregue por sociedades comerciais, sociedades anónimas europeias, sociedades com sede no estrangeiro e representação permanente em Portugal, empresas públicas, estabelecimentos individuais de responsabilidade limitada, entre outras empresas.

O presidente da ANACO recordou que as declarações de IES só podem ser entregues por via informática no portal das finanças, e em 2017 foram entregues pouco mais de um milhão destas declarações.

Na quinta-feira, a três dias úteis do fim do prazo de entrega, estavam em falta perto de 470 mil declarações, segundo a associação.

A Lusa contactou o Ministério das Finanças sobre o pedido de adiamento deste prazo fiscal, mas até ao momento não obteve resposta.