António Costa: Madeira “fica a dever a todos nós” aumento do défice público em 2017

Lisboa /
14 Fev 2018 / 17:48 H.

O primeiro-ministro criticou fortemente o Governo da Madeira no debate quinzenal que se realizou hoje na Assembleia da República.

António Costa disse que o “aumento de uma décima do défice público em 2017, motivado pelas contas da Região Autónoma da Madeira (RAM), não terá “consequências dramáticas para o Estado”.

A fechar o debate quinzenal e depois de Carlos César evocar os resultados orçamentais do “único governo do PSD” no país, o primeiro-ministro observou que esses dados revelaram “uma desagradável surpresa” que a execução orçamental do Estado central, do poder local e da região Autónoma dos Açores permitem compensar.

“Nada devemos à Região Autónoma da Madeira, pelo contrário essa região fica a dever a todos nós o agravamento do défice público de 2017”, concluiu o líder do Governo.

Tópicos

Outras Notícias