O Novo hospital do PS-Madeira

08 Jan 2017 / 02:00 H.

“Novo hospital. Juntos conseguimos” – cartaz do PS-Madeira.

1. Todos sabemos que, na Madeira, um bom politico tem de ser mentiroso. Politico honesto e genuinamente verdadeiro é fiasco garantido junto do eleitorado madeirense por uma razão muito simples: um trafulha idolatra sempre outro trafulha. Mas a mentira politica sobre a saúde publica dos madeirenses tem limites ou extravasa para o campo da canalhice. É por onde anda – no campo da canalhice – o Carlos Pereira e o PS-Madeira. Exibir um cartaz na cidade do Funchal com inscrições em letrinhas pequeninas e brancas a dizer “garantimos o co-financiamento” e grandes a destacar “NOVO HOSPITAL” – é passar uma mensagem subliminar canalha. Acompanhar essa mensagem subliminar canalha com a foto do Carlos Pereira e do António Costa e a inscrição a vermelho “juntos, conseguimos” - ou seja, junto conseguimos o “NOVO HOSPITAL” da Madeira é qualquer coisa muito abaixo do nauseoso. É uma mentira politica asquerosa e abominável do Carlos Pereira e do PS-Madeira.

2. O Carlos Pereira – que até parece ser um politico competente em números e finanças públicas (o livro a Herança, prova-o) – sofre de um narcisismo e de um egocentrismo absolutamente irrespirável. É o novo emplastro do PS-Madeira que, não estando no poder, age como estivesse. Cola-se a tudo o que os madeirenses aspiram – no caso, o novo hospital da Madeira – e, pior, descaradamente mente e invoca uma suposta negociação com o António Costa “tipo” tu-cá-tu-lá. Em nome dos madeirenses – sobretudo dos actuais e futuros doentes madeirenses – a resposta é também muito simples: vai pentear macacos com os macacos que te antecederam – “tipo” Victor Freitas, Jacinto Serrão e Mota Torres – que, por se olharem tanto ao espelho, nunca conseguiram que o PS-Madeira fosse alternativa credível ao PSD-Madeira. Coisa singular neste Portugal de “merda”. Por isso, Carlos Pereira, se tens um pingo de decência politica (tens?) demite-te e estatela a soberba na tua inarrável pagina do Facebook. Epá, acredites tu ou não, existe mesmo muito mundo – existe Madeira – para além do teu umbigo pessoal. Lamenta-se – mas existe.

3. E fica com mais esta: o que se faz nos bastidores da politica não se traz para os holofotes da comunicação social. Publicitar a ideia que o Albuquerque não fala com o Costa por telefone sobre o novo hospital da Madeira, ou que o processo foi mal instruído por falta de documentos, é brincar com a saúde mental dos madeirenses. Já todos sabemos que somos atrasados mentais ao ponto de mantermos o atrasado mental (politico) do Alberto João Jardim durante 37 anos no poder da Madeira. Mas o tempo do consumo de antidepressivos acabou. Pergunta ao atrasado mental do Cafofo que, dentro de pouco tempo, vai mandar-te para o manicómio.

4. Este cartaz sabujo do “teu” PS – Madeira vai fazer ricochete ao “teu” PS-Madeira. A partir de agora estás agrafado à inexistência do novo hospital que, independentemente de quem está no poder em Lisboa, é um direito legitimo que assiste á Madeira enquanto região insular integrativa de um país ainda chamado de Portugal. Estás com dores de cabeça? Há sempre uma farmácia perto de ti com preservativos saborosos para todo o tipo de cabecinhas.

António Fontes
Outras Notícias