Três jornalistas estrangeiros que gravaram material turístico foram detidos na Venezuela

16 Set 2018 / 03:07 H.

Três jornalistas estrangeiros, de nacionalidade britânica e argentina, foram detidos hoje na Venezuela pela Guarda Nacional Bolivariana (polícia militar) e Serviço Bolivariano de Inteligência (SEBIN, serviços secretos).

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Imprensa, as detenções ocorreram nas proximidades da fronteira com a Colômbia, no setor Paraguachón do município Guajira, do estado venezuelano de Zúlia (oeste do país).

Os jornalistas detidos foram identificados como Laura Sarabia, argentino-inglesa, e os britânicos Dan Rivers e Barney Green.

Durante três dias estes profissionais fizeram gravações alegadamente relacionadas com turismo, tendo sido detidos quando se preparavam para sair da Venezuela e no momento em que mostravam os documentos de identificação às autoridades do Serviço Administrativo de Identificação, Migração e Estrangeiros.

No momento da detenção, os jornalistas transportavam câmaras fotográficas e computadores pessoais.

De acordo com o sindicato, foram também detidas outras três pessoas, funcionários de uma empresa privada contratados para garantir a segurança dos jornalistas.

Outras Notícias