Suspensos dois canais internacionais de televisão que transmitiram manifestações na Venezuela

20 Abr 2017 / 08:11 H.

As autoridades venezuelanas ordenaram às operadoras de televisão por cabo que suspendessem a emissão das estações El Tiempo, da Colômbia, e Todo Notícias, da Argentina, que transmitiram as manifestações opositoras de quarta-feira.

A medida foi ordenada pela Comissão Nacional de Telecomunicações da Venezuela (Conatel) e confirmada aos jornalistas pelo presidente da operadora Directv, Héctor Rivero.

Segundo a imprensa venezuelana, durante as manifestações de quarta-feira, a favor e contra o Presidente Nicolás Maduro, várias pessoas disseram, através das redes sociais, que o sinal do canal tinha desaparecido.

Entretanto a Associação de Entidades Jornalísticas da Argentina (ADEPA), emitiu um comunicado informando que “os protestos captaram a atenção dos meios de comunicação internacionais, entre eles o Todo Notícias, cujo serviço foi interrompido durante a transmissão das mobilizações”.

Segundo a ADEPA trata-se de “um grave ato de censura, que se inscreve no agravamento do deterioramento democrático na Venezuela”.

Entre os canais internacionais suspensos recentemente pelas autoridades venezuelanas estão a CNN em Espanhol, a NTN24 e a RCN.

Tópicos

Outras Notícias