Quatro civis e um polícia mortos em confrontos no leste da RD Congo

30 Out 2017 / 09:10 H.

Quatro civis e um polícia foram mortos hoje em Goma, no leste da República Democrática do Congo, à margem de uma manifestação para exigir a saída do Presidente Joseph Kabila, noticiou a agência France-Presse (AFP).

O correspondente da AFP afirmou ter visto os corpos de quatro civis deitados sobre o seu sangue no bairro Madjengon, no norte de Goma, capital de Kivu Norte, enquanto “o corpo de um polícia apedrejado” estava “espalhado no chão” no bairro vizinho de Mabanga.

A RDCongo está a atravessar uma profunda crise política ligada à manutenção de Kabila no poder, cujo mandato expirou a 20 de dezembro de 2016.

A Constituição congolesa não permite qualquer ação política do chefe de Estado, embora o autorize a permanecer em funções simbólicas até à eleição de um sucessor.

As próximas eleições presidenciais, segundo Kabila, não deverão realizar-se antes de 2019, ideia reforçada recentemente pelo presidente da Comissão Eleitoral Nacional, Corneille Nangaa.